Memórias Periféricas – Exposição Floripa

Dia 25 de Setembro no Casarão da Alfândega – Centro – Floripa

Fotos: Joaquim Corrêa

Anúncios

Parabéns Mestre Nô!

“Meu Mestre muito obrigado, pela capoeira eu poder jogar…”

Parabéns Mestre Nô pelos seus 53 anos de grande Mestria.

Muita saúde, paz e força na caminhada.

Sua aluna que lhe ama muito: Josinha.

21752393_999679480195117_2655615696648379882_n

Foto: Joaquim Corrêa

Homenagem do Mestre Pinguim

Há 53 anos (18/09/1964) o mundo da Capoeira foi contemplado com um verdadeiro MESTRE.

“Quem me ensina sabe tudo, sabe tudo sim senhor, Mestre velho mandingueiro, homem de muito valor, de Pinguim ele me chama, ele quem me batizou, Capoeira no meu peito fez morado de amor…..”

Mestre Nô, parabéns por seus 53 anos de Mestria, com muita destreza e sabedoria, obrigado por me tornar um Capoeira e um homem de bem com seus ensinamentos, tenha certeza da sua importância não só na minha vida como na de muitos.
Um beijo grande do fundo do coração. TE AMO MESTRE! 

Mestre Pinguim

21751623_1665319616832518_3270934311862596176_n

Encontro Cultural Capoeira Angola Palmares

21462740_1376581409126402_8956703644015104690_n

Olá a todos!

É com muito prazer que anunciamos o V Encontro Cultural e Batismo de Capoeira Angola Palmares.
Este Encontro é uma realização do Núcleo coordenado pelo Contramestre Kiko em Florianópolis sob a orientação de Mestre Nô (Salvador-BA) e tem por objetivo principal organizar, incentivar, resgatar e preservar o caráter histórico, cultural e artístico da Capoeira Angola.
O encontro acontecerá entre os dias 25 e 30 de setembro de 2017 onde serão realizadas rodas, vivências de Capoeira Angola com Mestre Nô e dia 30 o Batismo e Troca de Graduação dos alunos da Cenarium Escola de Dança, Escola Sarapiquá e Colégio de Aplicação.

Você é convidado para compartilhar deste momento tão importante em nossa caminhada no mundo da capoeira.

Simultaneamente estará acontecendo em Florianópolis a exposição Memórias Periféricas da Capoeira Angola de Salvador com o acervo pessoal de Mestre Nô.

PROGRAMAÇÃO

Segunda (25) – 18:00
Abertura
Exposição Memórias Periféricas
O acervo pessoal de Mestre Nô
Local: IPHAN
(Casarão Largo da Alfandega – Centro)

Terça (26) – 19:30
Aula de movimentos com Mestre Nô
Local: Colégio de Aplicação – UFSC

Quinta (28) – 19:30
Aula de movimentos com Mestre Nô
Local: Colégio de Aplicação – UFSC

Sexta (29) – 10:00
Aula e roda para crianças
Local: Escola Sarapiquá
(Subida do Morro da Lagoa)

Sexta (29) – 19:30
Aula de Fundamentos com Mestre Nô
Local: Sede Assoc. Fortaleza da Ilha
Barra da Lagoa

Sábado (30) – 15:00
V Encontro Cultural e Batismo
Capoeira Angola Palmares
Local: Escola Sarapiquá
(Subida do Morro da Lagoa)

Contramestre Kiko

Exposição Memórias Periféricas da Capoeira Angola de Salvador: o acervo pessoal de Mestre Nô – Floripa

A Exposição Memórias Periféricas da Capoeira Angola de Salvador: o acervo pessoal de Mestre Nô, possibilita conhecer a história da capoeira da periferia de Salvador a partir da década de 60. Uma parte deixada de lado e ainda por contar, inserida na necessidade de preservar, difundir e salvaguardar uma das suas memórias. O acervo contém um pouco dos registros que o Mestre fez durante sua vida dedicada à Capoeira Angola, dos aspectos filosóficos, aos fundamentos do jogo e da ética, aos toques de berimbau. Os registros mostram modos de ensino e a compreensão da capoeira como possibilidade de formação cultural para além dos limites da roda, uma formação para a vida. São relíquias de uma história. Com apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Centro de Culturas Populares e Identitárias e Secretaria de Cultura da Bahia.

Exposição em Florianópolis:

De 25 à 30 de setembro no Casarão da Alfândega – Centro.

Visitação de terça à sábado das 9:00 às 12:00 e das 14:00 às 17:00.

Abertura: Dia 25 de Setembro às 18:00 no Casarão da Alfândega – Centro.

Mostra do Documentário: Memórias Periféricas da Capoeira Angola de Salvador: o acervo pessoal de Mestre Nô.

Palestra: O Acervo e a Capoeira Angola da Periferia de Salvador com Mestre Nô.

Texto: Desenho

Mais Informações: memoriasperifericasfloripa@gmail.com

APOIO: IPHAN SANTA CATARINA

cartaz-floripa